No passado domingo li um artigo numa revista sobre os galegos que

vieram para Portugal e que cá se estabeleceram com os seus negócios desde o sec . XIX.

O curioso está nisto ...

Muitos vieram para Lisboa e eram carvoeiros, moços de fretes, amoladores, aguadeiros , etc.

Estes últimos carregavam pesados barris de água que distribuíam por toda a cidade.

Apesar do grande esforço e muito trabalho não perdiam o humor.

Mandavam para casa recados como este:

Xosé a terra é boa, a xente é tolo: a água é deles e nós vendemos-lha!"

 

Ora aqui está o verdadeiro espírito do português!

Temos tudo mas não fazemos nada!

publicado por lapiseira às 21:41